Aqui Há Gato!

Comece com a ideia de um aniversário, com um pai bilionário perdido no trânsito enquanto procura a prenda de última hora para a sua filha. De repente perde-se e encontra uma loja peculiar num beco escuro,  com um dono velhote que já viu muitas vidas (9?) e tem mesmo aquilo que o pai procurava! Uau, que conveniente!

Parece familiar? Gremlins ou Little Shop of Horrors são os bons exemplares desta fórmula narrativa.

A isto, junte a ideia de uma tempestade, duas pessoas com vidas miseráveis e um desejo mal calculado…trovões,  relâmpagos… e quando acordam, têm as consciências trocadas, cada um no corpo do outro. All of Me, Big ou Face Off são variações deste conceito que tiveram sucesso.

Cruze esta fusão de princípios narrativos e apresente-a com a marca de qualidade de dois actores com óscares e uma estrela em ascensão: Kevin Spacey, Christopher Walken e Robbie Amell…e já agora o realizador Barry Sonnenfeld, responsável pelos franchise excêntricos e divertidos Addams Family e Men in Black.

 

Agora adicione um gato.

O que é que dá? Aqui há Gato, um filme feito por cinco (!) desastrados argumentistas, que se anuncia como familiar mas é só para as crianças, com piadas adultas que não funcionam, mas alguma comédia física engraçada,  crédito para o excelente CGI que modela e anima um gato felpudo com comportamentos humanos.

Na versão portuguesa tem as vozes de Jessica Athayde e Pedro Fernandes,  e só para esclarecer: o velho da loja é o Christopher Walken e o gato troca de corpo com Kevin Spacey.

 

Leve as suas pequenas, filhas, sobrinhas, primas ou afilhadas e desmanche-se a rir com as gargalhadas delas.

ESTREIA: 26/01/17


About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>