Miss Violence

Sórdido e trágico, Miss Violence é um filme de horror doméstico, onde a subjugação moral e algo muito mais horrendo que isso…se esconde por detrás de uma porta banal como tantas outras… É num claustrofóbico apartamento, onde os gritos de uma família disfuncional são abafados com crueldade e controlo maníaco, que o filme começa:  com a leveza de um aniversário, uma família dança ao som de Dance Me To The End Of Love…à excepção da inocente  Angeliki, que se ergue na varanda, sorri e pesa todo o seu corpo no chão.

 

Logo nos assaltam questões sobre o mistério negro que paira neste grupo de pessoas regidos por mão de ferro patriarcal, obrigados à letargia do dia a dia, com rituais severos, por vezes perversos, enclausurados no silêncio para ignorarem o suicídio. Mas já depois de a própria segurança social confirmar a normalidade e bem-estar desta família… o realizador Alexandros Avranas não nos deixa sem resposta, desenrolando uma violenta asfixia feminina.

 

De olhar voyeurista, Miss Violence intriga-nos e faz-nos ansiar pela resposta que não queremos, pelo entendimento que nos repulsa e perturba, que nos faz questionar o que estará por detrás de uma banal porta fechada.

 

Estreia: 24 Novembro

 

 

 

 

 

 


About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>