Renegados

Até onde eras capaz de ir se soubesses que no fundo de um lago existia um tesouro com mais de 50 anos, avaliado em mais de 300 milhões de dólares?

O filme Renegados, realizado por Steven Quale (o mesmo de O Último Destino 5 e Dentro da Tempestade), conta com J.K. Simmons (Whiplash – Nos Limites) e Sullivan Stapleton (300: O Início de um Império e Blindspot).

Esta produção franco-alemã conta a história de uma equipa de Seals, que durante uma missão na Europa, toma conhecimento da existência de um tesouro muito valioso perdido nas profundezas de um lago na Bósnia-Herzegovina.

Renegados é um filme de ação, com uma boa dose de comédia, ao estilo Soldados da Fortuna. No entanto, se ao nível da ação consegue em alguns momentos impressionar, já no que toca à comédia é um desastre.

As sequências de ação, no início do filme, conseguem prender qualquer um à cadeira. Ficamos com o pressentimento de que a experiência vai valer a pena. Contudo, ao longo do filme, a excitação esvai-se num enorme bocejo.

O ritmo é lento para um filme deste género. A ação não é frenética como o trailer sugere. Arrasta-se em conversas sem interesse e com tentativas de humor em que, muitas vezes, sentimos vergonha alheia. Os “timings” quer de ação quer de humor são ridículos. Ficamos sempre à espera de tiros, explosões e cenas de luta vertiginosas que nunca chegam.

O argumento, escrito por um senhor da sétima arte: Luc Besson em conjunto com Richard Wenk (Mercenários 2 e The Equalizer – Sem Misericórdia) decepciona. Era esperado mais.

Renegados é mais um daqueles filmes de ação low-cost que não surpreende.

ESTREIA: 7 de Setembro


About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>