Samurai Jack – Temporada 5 – Episódio 1!

Samurai Jack está de volta e melhor do que nunca!!!

Bem, melhor talvez não, porque o nosso herói, mentalmente, está de rastos. Mas o seu criador hábil Genddy Tartakovsky está na sua melhor forma…e decidiu honrar os seus fãs com uma nova série do nosso samurai errante. E isso foi a decisão mais sensata e…arrojada: a série é para nós, os que seguíamos os episódios no Cartoon Network…e crescemos. O registo familiar, leve e divertido ainda está presente…mas a violência é gore e abusada (!), onde o sangue é substituído por petróleo e as neuroses de Jack, são entendidas e explanadas com uma agressividade, outrora esfriada.

Mas vamos ao que interessa: Jack não envelhece e sente cada vez mais a culpa de se ter desviado do seu caminho, esquecido os seus pais e a salvação da sua aldeia. Vive agora qual Mad Max, sem espada, mas de arma ao peito (!) envergando uma armadura samurai poderosa, de chifres em riste, cavalgando uma mota de metal com shotguns, riffles e espetos nas rodas. A sério! Esta introdução é tão kick ass, que vos vai enviar directamente para 2004.

Só que isto é tudo é a representação agressiva da psicose de Jack, que deixou a serenidade do Bushido de lado e não controla as suas emoções. Vê a sua família crucificada no fogo e a ser arrastada pelas águas, vê a sua aldeia em cadáveres amontoada…e o pior de tudo…é que desvia o olhar. Não Jack, pensamos nós, não…volta para a tua senda, luta contra Aku… até que um fumo se levanta no horizonte e Jack sente o chamamento.


A terra está desolada e a distopia de Aku está em progresso: assassinos a soldo espalham o terror pelas aldeias. Após o fumo se dissipar, Jack encontra um deles: Scaramouch, um vilão genial, hilariante, que controla as suas armas (uma delas é um diapasão) com scat-talking, qual cantor de jazz chanfrado, muito groovy, que trata Jack por “babe”. Brutal.


É claro que Jack lhe dá um enxerto, (sem espada) e alucina mais um bocado, vendo as crianças da aldeia nas pedras. Mas vence e fica revigorado. Só não sabe que Aku tem um plano muito maior: sete filhas suas crescem, treinando combate e estratégia para derrotar Jack…

Revigorante, agressivo, cheio de estilo cinematográfico… nem as cenas clássicas a preto e branco, com criativa utilização de espaço negativo foram esquecidas! Samurai Jack está de volta e estamos ansiosos pelos próximos episódios! Watch out! Gotta get back! Back to past!

 

 

 

 

 

 


About The Author
-

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>